Mostrando postagens com marcador TV. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador TV. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Sexo banal

Já reparou como é fácil fazer sexo na televisão? Quando vemos cenas mais ousadas ou eróticas numa novela, filme ou seriado, é tudo muito simples. Tá certo que é ficção e não tem que condizer muito bem com a verdade, é apenas uma maneira romanceada e mais 'fácil' de se fazer as coisas, mas...Nas últimas vezes em que vi cenas desse tipo na telinha me peguei a pensar com meus botões: e pra quem vê? Eu tenho que adimitir: quando eu era mais nova (aiai, e isso esta ficando cada vez mais distante no tempo, rsrs) e via - inevitavelmente - cenas como essa em uma novela ou filme achava que era provavelmente daquele jeito mesmo: no calor da situação, no 'agora é a hora'. Mas ninguém vê ninguém se prevenindo ou achando isso importante. Mas como eu disse, a ficção é só uma visão romanceada da realidade, hmmmm......... O que eu pensei mesmo, e escrevi esse post só para expressar esse meu pensamento que me deixou meio preocupada foi: Adolescentes principalmente quando vêem esse tipo de cenas eróticas podem ser induzidos a pensar que as coisas são tão fáceis como na ficção? Que na verdade na hora do 'vamô ver' é só fazer como os atores fazem nos filmes que é a mesma coisa, não enxergando que é um fingimento o 'sexo fácil' da ficção, que omite os detalhes práticos da realidade como se prevenir com uma camisinha ou pirulas, pois caso contrário a merda tá feita? (e a AIDS ta ai pra mostrar que o problema não ta só numa gravidez indesejada). Quando via essas cenas ficava pensando como seria possível uma coisa daquelas, como essas personagens não ficavam grávidas as pencas com essas relações aparentemente 'livres' (e não estou falando dos 'casais casados', e mesmo esses correm perigo), claro que é ficção, então é claro, não iria acontecer nada, mas e na realidade? Na mesma época em que vi essas cenas de transas 'em qualquer lugar a qualquer hora, sem compromisso porque não acontece nada' em seriados e filmes ouvi uma adolescente que embora se sentisse 'adulta' com seu namorado e suas experiências, não deixava de ser uma adolescente e no fundo bastante imatura ainda e o modo como achava normal reproduzir certas coisas da ficção, como se, assim como na ficção, não fosse lhe acontecer nada, me deixou um pouco espantada. Então afinal, a naturalidade com que o sexo se desenrola na telinha pode induzir um jovem a pensar que é igualmente fácil na vida real, desse modo fazendo com que ele não se preocupe tanto em se prevenir ou não ache importante fazer isso sempre? Hmm...comecei a perceber como alguns tipos de cenas que me passavam desapercebidas - talvez nem tanto, rs - podem ser perigosas.

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Desfavorita TV


Só agora voltei a ter inspiração (se é que se pode chamar esse tênue filete de inspiração) para escrever. Na verdade isso eu escrevi há quase uma semana, mas como tinham cortado a net, ficou só no doc, agora vai. A pedido da minha mãe, tive que ficar assistindo o último capitulo da novela das oito “A Favorita”, na ultima sexta, para lhe contar depois o que aconteceu, já que ela não podia ficar acordada para assistir. Depois disso pretendia assistir um filme de terror (Plataforma do medo), mas como os insuportáveis vizinhos estão fazendo um churrasco com forró no ultimo volume, acho que não teria clima (uma vez que a baderna que eles fazem é quase como se fosse dentro da minha casa.........).


De A Favorita devo dizer que me segurei em vários momentos para não rir e da mesma forma para não vomitar. A única coisa que me impressionou foi na queda da qualidade de um dos horários que era o mais rentável da Globo. Novela após novela só vejo a coisa ficar pior, a audiência cair. Quem sabe agora com Caminho das Índias, a coisa mude, já que fazer uma novela daquele país é uma coisa realmente promissora (mas prometo não usar a produção no meu TCC sobre a Índia, rsrsrs). Mas será que a Globo embarcou na onda ‘emergente’ com novelas dos países em ascensão com Negócio da China no horário das 6 e agora a Índia, só ta faltando a Rússia pra completar o bloco dos BRIC! Bem, mas voltando ao fiasco A Favorita, sim, para os noveleiros de plantão ela pode ter sido uma boa novela, mas para mim que parei de assistir novela a um tempão e quando o faço não consigo deixar de reparar na ficção dela, poucas me impressionando atualmente. Não cheguei a assistir muito desta, apenas relances aqui e ali, e pelo final não perdi mta coisa. Um final melodramático (como deve ter sido a novela toda), com personagens forçados em seus papeis, alguns irritantes ao extremo, como as opostas mocinha Donatela (Claudia Raia) e vilã Flora (Patrícia Pillar). Deus, quem em seu juízo perfeito (ta bom, falar assim eu também estaria incluindo minha mãe, mas.....sorry mommy....) conseguia agüentar aquela chorosa Donatela com seu sotaque roceiro forçado, sempre com seu “peloamordedeus...blablabla.....” e uma malvadona Flora sempre com sua arma na mão dando uma de ‘eu sou má até a raiz do cabelo e posso tudo porque tenho uma arma e vou atirar em você!’, com aquele discurso diabólico de mau caráter violenta, tentando parecer mesmo uma bandida da pior espécie soltando coisas “chocantes” como “Depois vou matar ele com um tiro na cabeça” ou “você é uma frouxa porque não quis matar sua mãe”, mas que no fim só davam vontade de revirar os olhos, tamanha a péssima atuação, sim Patrícia, você já fez coisa muito melhor e sinceramente o papel de vilã (pelo menos esse tipo de vilã) não lhe cai bem. O final arrastado só serviu pra segurar as pessoas na cadeira em frente à TV, pois foi previsível, afinal, como o Zé Bobo (que nome ridículo, rsrsrsrssrs) mesmo disse ‘se ela quisesse matar alguém teria feito isso de uma vez’ e se fosse uma pessoa tão profissional assim não teria esperado o sangue subir pra começar a atirar e ser alvejada no final por uma universitária bonequinha. Aiai....me deu bocejos....


O resto do final foi de enrolações igualmente previsíveis da classe médias/altas do elenco. Teve até a aparição de um pobre (e velho) cachorro na casa do casalzinho protagonista feliz que deu até pena, pobrezinho, ou era castrado ou deram calmante pro bichinho de tão apático e imóvel que ele era, aiaiai......
Mas as menininhas da roça cantando no final até que foi bonitinho (com voz imensamente melhores que as das menininhas que apareceram cantando no mesmo capitulo) puxando finalmente o final dessa novela que não posso chamar de péssima porque não assisti direito, mas acredito não ter passado do mediano. E que venha as Índias para trazer um ar novo para o horário nobre.

domingo, 21 de setembro de 2008

Amostra grátis televisiva


Eu não entendo. A Cultura tem um monte de programas bons, mas quase ninguém vê. Por quê? Bem, talvez porque a maioria passe em horários tardios demais (Observatório da Imprensa 00h10, Vitrine 01h00, Zoom 01h30, Alto Falante 03h00!!!), ou no mesmo horário da novela (Metropolis 21h40, Roda Viba 22h10....e quem é que quer trocar de canal essas horas?), de manhã e de tarde é só desenho. E que desenho, dá vontade de chorar...um dia estava cortando o cabelo e a cabelereira perguntou para um menino que esperava lá assistindo tv se ele queria que trocasse de canal e ele respondeu: “Pode ser, só não coloca nos desenhos da Cultura”, realmente já foram muuuito melhores (adorava assistir Pequeno Urso e Bosque dos Vinténs quando tinha meus 7 ou 9 anos), agora a faixa etária parecer ser de 4 anos pra baixo, tsc...isso acaba dando a idéia de que a Cultura só dá pra deseinhos idade bebê. Uma pena. Outro motivo pode ser pela constante troca de horário dos programas ou pelo simples sumiço do mesmo. Nunca dá pra confiar que um programa diário irá manter o mesmo horário por mais de duas semanas ou um semanal durante o mês todo. (Um Menino muito Maluquinho que passava no domingo em horário indeterminado, cada semana era um entre 11h a 13h00, eram tantas as mudanças que parei de assistir (e sim, parece coisa de criança, mas esse seriadinho é uma delicia de assistir)).
A cultura importa uma grande leva de seriados britânicos e australianos da BBC, muito interessantes, mas não dá continuidade, como se eles não tivessem importância para a programação, já perdi de vista a quantidade desses seriados (Manifesto de Wayne, Wishbone (ah, eu adorava este!), A Casa do Mago....), um dos únicos que passou com regularidade por quase 1 ano (mas não totalmente fiel ao horário, pra variar...) foi o sucesso americano Anos Incríveis, que já tinha sido exibido em meados de 1993 e voltou para a felicidade dos fãs (como eu), mas salvo essa exceção, a Cultura continua com suas ‘séries esporádicas’ que como são trazidas de canais muito específicos e de muito longe, não dá pra encontrar com facilidade se você gostar e quiser ver a continuidade (a não ser que tenha TV a cabo) . Parecem amostras grátis de uma coisa que você não vai poder comprar depois (ou seria justamente uma propaganda pra você assistir o resto num canal pago? Hmmm, não pensei nisso.......).
Uma dessas foi o recente Mudança de Vida (Out Here) trazido da BBC Austrália. Passava aos sábados , mais ou menos 17:30. Muito boa. Dois estudantes voluntários (um americano e uma britânica) vão pra Austrália quando um casal pede ajuda numa clinica veterinária. Um tipo de intecâmbio ou estágio. A situação dos jovens longe de casa e em contato com jovens australianos é bastante diversificada e realista (volta e meia aparecia um deles num tipo de cômodo fechado falando exclusivamente para câmera sobre algum problema que os afligia ou algo que os deixava feliz, era bem espontâneo e dava a sensação de que não estavam representando). Não entendo como puderam simplesmente cortar essa série no 5° ou 6° episódio. Rastreei a programação da Cultura todos os dias, por duas semana e não havia mais sinal dela...Droga.
Até mesmo pra se ter informações dela na Internet é difícl, aquele tipo de coisa que parece uma raridade, ou você mora num paíse onde é normal a exibição de séries de boa qualidade ou tem tv a cabo.
E por enquanto a gente vai se virando com a tv aberta brasileira....bléééé..........
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...